Notícias e Novidades
IB irá desenvolver nova vacina contra aftosa
Quinta-feira, 02 de Março

Objetivo é ter um produto para casos de emergência quando o país for livre da doença sem vacinação

O Instituto Biológico (IB) iniciou o desenvolvimento de uma vacina para uso emergencial contra a febre aftosa que será importante no futuro. Mais especificamente, quando o Brasil conquistar a condição de país livre da doença sem vacinação. A ideia é que a nova vacina permita resposta imunológica rápida contendo focos em caso de reintrodução do vírus.

“Nossa meta é ter a vacina em 10 anos. O mecanismo de ação dela é diferente da vacina usada atualmente, pois será aplicada apenas quando houver focos da doença”, explica Edviges Maristela Pituco, pesquisadora do IB.

Como resultado imediato de um workshop realizado em janeiro para discutir esse e outros temas, pesquisadores brasileiros e britânicos do Instituto Pirbright finalizaram o projeto bilateral Dissecting the Immune Response of Cattle to FMD Vaccination in the Fild, submetido no final de janeiro à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), no programa Biotechnology and Biological Sciences Research Council (BBSRC).

“Este é um primeiro projeto, para uma das etapas de desenvolvimento da vacina. Outros projetos serão realizados. Nossa ideia é solicitar aporte financeiro a várias instituições de acordo com o andamento do trabalho”, afirma a pesquisadora do IB.

A execução do plano é compartilhada pelos diferentes níveis de hierarquia do serviço veterinário oficial com a participação do setor privado. No âmbito estadual, as secretarias de agricultura e instituições vinculadas são responsáveis pela execução do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa. 

Para o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, pesquisas como essa são fundamentais. “A febre aftosa é uma doença grave que tem impacto na economia do país. Desenvolver um trabalho como esse é importantíssimo, pois estamos nos antecipando a uma demanda que chegará nos próximos anos”, afirmou Arnaldo Jardim.

Fonte: Portal DBO com informações da Assessoria de Imprensa IB/Apta


deixe seu
comentário

Assine nossa

newsletter